É preciso empreender em tempos de crise

Estamos começando a avistar horizontes no que se refere a esse momento de crise pelo qual passamos, economistas otimistas falam de melhorias significativas até 2018, como podemos ver aqui,  aqui, aqui e em outras fontes de informação.

Mesmo com as mudanças estabelecidas pelo atual governo, o comportamento do consumidor brasileiro mudou nos últimos anos, com a facilidade de crédito e aumento da classe média. Com isso, ainda em recessão, as pessoas e empresas continuam se movendo, não para conquistar algo imediato, mas para alavancar com a melhoria do cenário.

Pense comigo, se eu, pessoa física, fico “parada” pelo tempo que perdurar a crise, terei colegas que continuarão se desenvolvendo nesse período. Com a melhoria do cenário, quem será mais atraente ao mercado de trabalho, meu colega que investiu em si, ou eu com a mesma qualificação de três anos atrás?

Profissionais disponíveis no mercado notam como a recolocação está complicada, e consideram os critérios das empresas muito mais rigorosos. E acredito que não seria diferente, pois há pessoas se movendo.

Partindo de outra ótica, o momento de recessão também representa importantes oportunidades quando pensamos em oferecer soluções. A grande questão é que nossa cultura estabelece serviços e produtos, e ainda não captou que o mercado está carente de soluções. Negócios dos mais simples aos mais complexos conseguiram alavancagem incrível ao se posicionar dessa forma. Você prefere pedir marmitex/quentinha, ou prefere uma alimentação saudável que te atende de forma personalizada, indo aonde você está e com cardápio leve e variado? Você prefere serviço de lava jato, ou optaria por uma solução de melhores cuidados com seu veículo que te atenda de forma personalizada, ainda que seu tempo seja corrido?

Empreender não necessariamente estará ligado a abrir um novo negócio, mas estudar formas de melhorar seu faturamento mesmo na recessão, ou se preparar para aumentar sua competitividade com a melhoria do cenário econômico e político do Brasil. Esse empreender pode estar ligado ao próprio posicionamento no mercado, ou na marca da sua empresa, agregar um novo produto às novas demandas, ver demandas que outros não perceberam.

Quem planeja empreender após a crise deve ter noção de que haverão muitos outros à sua frente nesse momento.

Como fazer isso?

Consultorias e mentorias podem auxiliar. O coaching pode facilitar no momento de colocar em prática as ações para alcançar o tão esperado resultado.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s