Como você vai iniciar o novo ano?

Além da roupa branca ou da calcinha cor de fortuna ou paixão, quais são os planos para iniciar o novo ano?

Aprendi com meu pai a importância de planejar para conquistar aquilo que se deseja, sem fazer dívidas e sem arrependimentos. Lembro de quando ele comprou seu primeiro carro 0 km, um corsa 1.0 hetch, em 2000. Desde então, ele troca de carro a cada quatro ou cinco anos, para não perder dinheiro, paga à vista, e não anda mais de carro popular. Também lembro que tanto ele e mamãe fizeram especializações lato sensu, mesmo com escola  particular para mim e para meu irmão e as despesas que crianças trazem. Ele também planejou a aquisição de um segundo imóvel, próximo a praia, para a família passar o verão. E o capital aplicado também faz alguns anos que ele começou a investir, e o lucro ele aplica novamente para obter melhores rendimentos.

Meus pais são os dois professores da rede pública municipal, e começaram a vida juntos do zero, com apoio apenas afetivo de seus pais, por ser o único apoio possível na época. Hoje têm seu patrimônio modesto, unicamente devido ao planejamento, além do trabalho duro.

É possível entrar na concessionária para escolher o veículo sem ter um capital para entrada? Sim, hoje é possível sair com carro novo e deixar centenas de parcelas com altos juros. Mas isso é correr atrás, e eu aprendi a correr na frente.

Para 2017, tenho com meu noivo algumas metas: ele vai fazer um preparatório para a prova da OAB, vamos trocar de carro, eu terei a publicação do meu artigo em agosto, a nossa viagem de férias, e a continuidade dos investimentos já em andamento. Em 2017 não farei nenhuma nova especialização, pois vamos priorizar esses outros investimentos. Talvez em 2018 eu inicie outra lato sensu ou uma scricto sensu.

Estamos conversando sobre essas pautas há alguns meses, a fim de entrar no novo ano sem dívidas e também terminar 2017 sem dívidas, mas com a realização de vários projetos.

Independente da questão financeira, é importante saber quais são os projetos para o novo ano, e o que eles irão custar de fato. Se o projeto for um bem material, ele ira custar horas a mais do trabalho ou anos de financiamento? Se o projeto for um filho, ele irá custar limitação do horário de chegar e sair com amigos? Se o projeto for emagrecer, ele irá custar momentos sociais ou o uso de bebidas alcoólicas?

Você está disposto a pagar o preço objetivo e o preço subjetivo por ele projeto? É para 2017, 2018 ou 2025? É possível precipitar ou adiar? O que é necessário começar agora para alcançar esse projeto?

Se há uma monografia a apresentar no fim do ano, quando e como começar a trabalhar nela? Se a preparação é para um concurso que ainda não saiu o edital, quando e como começar a se preparar? A prova da OAB, qual o momento para revisar conteúdos, como fazer, onde e com quem? Um casamento em dois anos, o que é necessário fazer em 2017 (se ainda não tiver, deve-se começar por procurar um pretendente)?

Sendo um projeto pessoal ou profissional, planeje, cuide de você, de seus relacionamentos afetivos e de suas finanças. Acima de tudo, conquiste o que puder.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s