Ano de prova? Você está se preparando?

Esse ano você passará por alguma prova importante na carreira? Vestibular/ENEM, concurso, exame da OAB, ou outras, podem representar provas decisivas para o futuro profissional.

Mas vamos combinar uma coisa: o discurso “ano que vem tento de novo” não funciona tendo em vista que o mesmo concurso pode não se repetir tão cedo, e os planos de atuar na área de direito precisarão ser adiados. Ano que vem você tenta de novo é para mostrar que a não aprovação não é o fim do mundo, e de fato não é, mas não perca de vista que isso acarretará em planos adiados e sonhos postergados.

Se for a prova dos sonhos e você realmente estiver disposto a adiar outras coisas até alcançar, não há nada errado com isso, mas tenha isso em vista desde sempre, para não reproduzir o discurso que escutei outro dia, em uma conversa informal: “passei no concurso para delegada que era meu sonho, mas sou completamente frustrada, terminei um noivado de anos, engordei 30 kg, perdi todas as festas da família dos últimos seis anos, e estou velha demais para começar algumas coisas. Esse foi o meu preço.”

  • Saiba o preço que está disposto a pagar, até onde vale a pena, do que abriria mão.

Quando falamos de processos de seleção, a aprovação dentro das vagas não depende unicamente de você, mas de outras variáveis como banca examinadora, concorrência, etc. Mas é fundamental se preparar tanto em conteúdo, inteligência emocional, e também para lidar com fatores externos.

Mapeie as variáveis externas e internas, saiba quem podem ser seus adversários, e prepare-se para lidar com eles. A maior parte dos obstáculos está antes da prova, durante a preparação, no entre.

  • Prepare-se para seus adversários.

Sabe a sensação de estar pronto pra algo? Digo PRONTO. Sim? Não? Pois bem, ninguém está pronto. Pronto é terminado, dá ideia de finitude, encerrado, como discorre lindamente Cortella em seu livro “Não nascemos prontos”. Pronto é ponto final.

Se você vai enfrentar um desafio de uma prova concorrida, não trabalhe para estar pronto, mas para estar preparado.

Ao conhecer a si e aos seus adversários, você inicia sua preparação, que vai de conteúdo técnico, estudo do edital, estudo da instituição promotora, treino de execução de prova (repetidamente), amparo psicológico, treino físico, etc.

A orientação de como fazer pode vir de diferentes meios, seja algum mentor (que já passou por isso antes, obteve sucesso, e vai mostrar o caminho das pedras), uma boa instituição especializada em preparação para concursos e provas, ou um coach. Pesquise, conheça os profissionais, veja quem mais pode de apoiar conforme sua necessidade (talvez mais que um desses profissionais).

  • Busque apoio de profissionais.

É bom que não espere acontecer, mas que faça, coloque em prática. O que alguns chamam de sorte também pode acontecer, mas é um desvio na curva. Sempre há alguém que conhece alguém que sem estudar fez a prova e passou de primeira. Mas….

É mais provável alcançar sucesso em sua meta buscando uma preparação completa, ou contando com um fator que pode ser chamado de “sorte”?

Você já está se preparando?

prova-concurso-vestibular

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s