5 passos para se planejar para 2018

Além de planejar as festas de fim de ano, se em casa com a família, festa com amigos, eventos privados ou igreja, muitos já estão pensando nas metas para 2018. Quem ainda não está definindo planos para o próximo ano, ainda há tempo.

Quem não conhece alguém que enuncia publicamente que “ano que vem eu vou…”, mas entra ano, sai ano, e a pessoa parece não se aproximar de sua meta.

Para não repetir essa história clichê, alguns passos são fundamentais.

Saiba que faz sentido para você

Pensar no sentido da própria vida e das ações cotidianas deve ser o ponto de partida, e eu acredito que essa é uma descoberta que deve acontecer constantemente. Não há apenas um sentido, como não há certo e errado, mas há possibilidades que devem ser pensadas conforme os valores pessoais. Por estarmos em constante transformação, pensar no sentido da própria vida deve constituir parte da vida cotidiana.

Nem sempre o que dizem ser o melhor é melhor para todos.

Defina uma meta realizável

Uma boa meta precisa ser específica (o que exatamente você quer), mensurável (quais recursos necessários, como saber que alcançou), alcançável (dentro da realidade do contexto e focada em si), relevante (deve fazer sentido para a pessoa), e temporal (tem que ter prazo).

Considerando isso, não existe meta impossível.

Eu posso querer emagrecer 20 kg em 3 meses e ficar milionária em 3 anos, desde que eu planeje mas não posso desenvolver meta de me tornar um jedi ou voltar no meu aniversário de 15 anos e dançar a valsa com meu pai.

Comece do começo

Independente de para quando seja a meta, o melhor momento para começar é agora. Sim, agora, enquanto você lê esta frase, pegue um papel e caneta e comece a anotar o que vier em mente em relação suas metas, seus valores, possibilidades, barreiras, e possibilidades de ultrapassar barreiras.

Defina como medir o progresso

Do ponto de partida até o final, há uma trajetória que, curta ou longa, precisa ser acompanhada para saber se estamos seguindo na direção correta, e se precisa fazer ajustes.

Não espere chegar ao final para saber se deu certo ou não.

Comemore as conquistas

Se é prazeroso conquistar algo que se quer muito, tanto é comemorar essa conquista, e o próprio avançar do percurso até a meta final. Estabeleça formas de comemorar o avanço em direção à meta, que sejam coerentes com seus valores e demandas.

Seu próprio avanço e performance não pode ser tratado como mera obrigação, mas como a rica oportunidade proporcionada por você mesmo de conquistar o que quer. A magia da vida não está nos contos de fadas, mas em ser quem você é e fazer o que quiser. Comemore, vibre! É a graça da coisa. Não deixe de reconhecer o tamanho do seu potencial, por mais corriqueira que pareça a situação.


Reconhecer que esses cinco passos são fundamentais e trabalhar cada um deles é um grande avanço, mas é complexo, embora não pareça. É comum nos depararmos com dúvidas e crenças limitantes.

Para isso, o Coaching atua como forte aliado, trabalhando as potencialidades individuais e produzindo questionamentos que apoiam a pessoa nessa trajetória focada em conquistas.

Saiba mais sobre o Coaching, agende uma reunião clicando aqui, ou envie uma mensagem!

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s