Não nasci pra isso.. E agora?

A evolução e as mudanças pás quais passamos ao longo da vida são constantes, mas destaco a adolescência como o período em que as transformações acontecem mais rapidamente, e por vezes ouço o questionamento “será que nasci para isso?” ou mesmo afirmações como “não nasci para isso”. Além disso, o mundo está repleto de infinitas possibilidades (concurso público, empresa privada, consultoria e prestação se serviço, vendas e representação, pesquisa, carreira acadêmica, formação no Brasil e exterior, cursos profissionalizantes, técnicos, tecnólogos, superior e acima, etc etc etc).

E assim vejo jovens abandonando seu curso superior, investindo em vão em um curso técnico, ou mesmo concluindo uma formação que descobre não ter afinidade.

Em alguns momentos pergunto: vale à pensa concluir esse curso que já iniciado?
São muitas as variáveis que precisam ser consideradas em análise a cada caso. Vamos fazer algumas perguntas como: Vale abrir mão do investimento realizado até o momento? Concluir essa formação te ajudará a abrir portas? Você terá condições financeiras de investir em outra formação do mesmo porte? Você conseguirá ou precisará manter a formação até o final (ou esse emprego por mais tanto tempo)?

Diante dessas perguntas, poderemos começar a elaborar planos de ação para alcançar o que realmente deseja seguir.

Não conhecendo ainda a afinidade ou potencialidade, a recomendação é um processo de orientação profissional, com um profissional qualificado.

Publicado do WordPress para Android

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s