Vida profissional e Vida pessoal: não acredito nessa separação

Acordo bem cedo, prendo os cabelos, tomo um banho e escovo os dentes. Abro a gaveta e escolho uma blusa bem colorida e estampada para começar o dia, e shorts rasgados. Horas depois, me preparo para ir trabalhar. Hoje vai ser um dia longo, com algumas reuniões importantes, portanto escolho uma camisa de cores neutras, a calça preta com riscas, cabelo preso, sem brinco, batom cor de boca. Saindo do trabalho, sigo direto para o treino de musculação, onde geralmente visto top, shorts e tênis Asics.

No cotidiano, escolho roupas e até mesmo palavras diferentes para cada contexto, mas não tenho uma vida para cada lugar. A vida é a mesma, uma só, atravessada por elementos de vários contextos, aí sim, pessoais, profissionais, acadêmicos, artísticos, culturais, políticos, e outros tantos infinitos.

Nosso vestuário podemos comprar, descartar, incrementar, reformar, despir ou vestir. Há o tipo de roupa para cada ambiente ou ocasião, desde o black tie, social, sport fino, passeio completo, casual. Na vida não há o vestir e despir, mas a adaptação do que somos conforme a situação. É uma vida apenas, atravessada por tantas outras, mas é somente uma.

Nos diferentes contextos que temos, podemos mudar, moldar, transformar e agregar, o tempo e as experiências nos movem nesse sentido. Mas não é como nossas vestes que trajamos e despimos em segundos. Sempre que ouço as pessoas dizerem sabiamente para não misturar visa pessoal e profissional, ocasionalmente entendo o que querem dizer, muitas vezes não faz sentido, sempre disfarço meu sorriso.

Meu conselho seria para desenvolver inteligência emocional para lidar com os problemas dos diferentes contextos da vida da melhor forma possível. Melhor para quem? Para nós.

Você chegou no trabalho, desligou o celular pessoal, e de repente não recorre nenhum pensamento sobre as outras partes da vida? Chegou em casa do trabalho e simplesmente esqueceu que os outros contextos existem?

Pode acontecer quando os outros contextos não fazem muito sentido para a pessoa. Mas não significa que ela tem duas vidas, mas que ela possui formas de abstrair e produzir sentidos em cada aspecto.

– Tenho dificuldade em conciliar vida pessoal e vida profissional. 

Acontece muito no contexto em que estamos inseridos de pessoas terem dificuldade em gerir as expectativas profissionais, pessoais, sociais, políticas, estéticas, mas essa afirmativa prova que é uma só vida com vários aspectos. Se fossem suas vidas, elas coabitariam. Mas são aspectos diferentes de uma mesma vida, em que depositamos esforços e expectativas.

Quando há essa dificuldade de conciliar, é necessário rever as expectativas e planos para lidar com possíveis frustrações, seja a frustração de abrir mão de algo, postergar um desejo, ou lidar com o fracasso por não conseguir dar um passo maior que a própria perna. Talvez seja necessário pedir ajuda. Somos muito cobrados pela sociedade para apresentarmos perfeição em tudo.

Nós somos de um contexto pós revolução industrial, e crescemos ouvindo nossos avós dizer que trabalho é trabalho, não podemos levar problemas pessoais para o escritório, não podemos deixar uma coisa influenciar a outra. Ok, bem compreensível.

No entanto, nosso aprendizado se dá predominantemente em nossas experiências gerais no mundo. Seria no mínimo falta de inteligência deixar de utilizar aprendizados adquiridos lendo Maquiavel ou vendo novela da Globo ou conversando com  a vovó, se aquele aprendizado fizer sentido no contexto laboral, por exemplo. Experenciamos, aprendemos e utilizamos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s