Reflexões acerca da Gestão do Tempo

Para alguns uma banalidade, para outros a impossibilidade, a gestão do tempo é de fato uma forma de otimizar a qualidade da execução das diversas atividades e rotinas presentes no cotidianos das pessoas de nosso século.

Quando pensamos nas gerações passadas, antes do nascimento da agricultura, não existia “gestão do tempo”, isso não fazia sentido, simplesmente não era necessário. Era como se o mundo girasse mais devagar, pois a observação da natureza é uma atividade lenta, logo, as atividades do campo seguem esse mesmo ritmo. Isso começou a mudar com a agricultura, onde as plantações precisavam ser organizadas, as estações de plantio e colheita, chuva e estiagem, eram estudadas e levadas em consideração, calendários e prazos.

Com o advento da produção industrial, o tempo passou a correr em certo velocidade, tempo passou a ser sinônimo de dinheiro. E com as redes sociais, fenômenos do nosso século, podemos e precisamos fazer atividades simultâneas, em lugares distintos (quem disse que não existe teletransporte?). Estudar mais de um tema, conhecer as informações disponíveis na rede, o som do momento ou a série da vez, trabalhar em mais de um vínculo, cuidar da família, ir para as baladas, tudo isso mantendo a pose e um sorriso no rosto. Somos demandados em tempo integral apresentarmos o melhor resultado possível de tudo o que assumimos fazer, para não ficarmos para trás. Agora a gestão do tempo começa a fazer sentido.

Quando eu estava no início da minha primeira formação acadêmica, a graduação em psicologia, eu tinha todo o meu tempo para me dedicar aos estudos, sem outros vínculos, e tinha dificuldade em organizar meu tempo. Apenas quando comecei a me envolver com projetos voluntários e monitorias em disciplinas acadêmicas, me vi de fato sem tempo, e com muitas coisas atrasadas por entregar. Tive alguns insucessos nessa etapa, dos quais não me orgulho, mas me lembro sempre como ponto de aprendizado.

Já conheceu alguém assim, que aparentemente não tinha muitos afazeres, mas tinha dificuldade em se organizar para concluir?

Na ocasião, eu precisava me organizar, pois já estava com um acúmulo de atividades inacabadas, e na sequência consegui meu primeiro estágio remunerado. Sempre fui responsável (mesmo quando ainda desorganizada), de forma que me preocupei em colocar as coisas no lugar, mas não tinha ideia de por onde começar. Na ocasião, eu fazia terapia, e meu analista me ajudou muito nesse processo. Abri mão de algumas para me alinhar.

Se eu não tivesse um profissional me apoiando, não teria obtido sucesso com a agilidade com que essa mudança aconteceu. Com o tempo, criei o hábito de avaliar alguns pontos cruciais, que vou citar logo abaixo.

Essa minha dificuldade em gerir tempo está ligada ao meu padrão comportamental; eu me envolvo com inúmeras atividades ao mesmo tempo, e gosto disso. Outras  pessoas tem outras questões que comprometem essa gestão.

Independente do motivo, as soluções podem ser comuns.

  1. Descobra o que faz sentido fazer, e porquê.
  2. Se conheça! O que faz sentido para você é possível ou você precisará de recursos extras? Quem pode de auxiliar?
  3. Defina quando terminará algo que está iniciando.
  4. Até mesmo a sobrevivência na selva precisa de referências para que seja traçado um percurso, ou a pessoa vira presa ou morre de fome. Eleja sua bússola e desenhe o percurso de como fazer.
  5. Ao definir ações, procure antever o que pode sair dos planejado, e criar planos de contingência.
  6. Cumpra!

Em geral, independente do fator que gera a desorganização em relação a administração do tempo, ao avaliar o gargalo, encontraremos um desses pontos deficientes.

Não tente quebrar a cabeça para identificar quais são seus ou meus problemas, vamos focar na solução. Qual a melhor atitude para eu me organizar melhor?

Citei acima de uma dificuldade em gerir meu tempo em certo momento da minha vida. Atualmente faço muito mais coisas (muito mesmo), e consigo ser bem mais produtiva. Cumpro com minhas obrigações, aproveito meus momentos de lazer, e ainda sobre tempo para andar de pijama e meia pela casa. Trabalho em uma empresa, atuo como profissional liberal, estudo música, estudo espanhol, estou cursando outra pós-graduação, pratico corrida de rua (acabei de me inscrever para as Dez milhas Garoto desse ano), faço musculação, treino jiu-jitsu, vou a praia em quase todos os fins de semana, e mais um monte de coisas normais e corriqueiras.

Cuido do meu tempo, pois ele é um recurso limitado e irrecuperável.

12-05-2017

Está difícil conseguir sozinho? Procure por um profissional e invista em seu desenvolvimento.

 

#Coaching #Development #Management #Gestão #Desenvolvimento #Tempo #Organização #Rotina #Ferramenta #Técnica #Terapia #Psicologia #Administração

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s