Terapia de Casal: o que é e quando procurar

couple making up at therapy session with psychologist

Em nossa sociedade, é comum vermos a dissolução de relacionamentos e casamentos, sendo um dos motivos a dificuldade de direcionamento diante de conflitos.

Os pensamentos automáticos disfuncionais, no contexto do relacionamento, pode gerar situações complexas, e ao longo do tempo tendem a provocar ações prejudiciais à relação. Exemplo: o pensamento inicial de que o cônjuge não oferece a atenção que mereço ou não me ouve. Com o tempo eu passo a gritar com meu cônjuge ou a criar mecanismos de fuga, o que tende a se tornar insustentável.

No caso do exemplo citado, a Terapia Cognitivo Comportamental oferece mecanismos para identificar os pensamentos automáticos e atuar para modificar as crenças e minimizar ou evitar os erros cognitivos. Ou seja, mudar os padrões de comportamento.

Contudo, destaco que um cuidado do terapeuta e do casal é a maturidade para distinguir o que é demanda do casal, e o que é demanda de terapia individual. Exemplo: problemas com outras relações familiares ou profissionais. Temas individuais abordados com o casal podem gerar desmotivação ao tratamento. A terapia de casal deve ser focada, e precisa de envolvimento das duas partes.
É importante destacar que, quando um casal busca ajuda de um profissional, significa que eles têm a intenção de manterem o relacionamento, ainda que a terapia seja o último recurso.

Para que a terapia não serve:

1. Competição –  não é incomum ver casais discutindo horas à fio para ver quem está com a razão. A terapia não é lugar para isso.

2. Cumprir tabela – pode acontecer de o cônjuge vir a participar da terapia mesmo quando já tem certeza do divórcio, apenas para somar pontos em um processo judicial. A Psicoterapia não possui essa finalidade.

3. Agradar –  para meus filhos,  pais ou Cônjuge não dizerem que não tentei. Porque de fato não tentar? Ou se tem a certeza da dissolução do relacionamento, seguir com a decisão.

Além do envolvimento do casal no processo terapêutico, é fundamental a busca por um profissional qualificado.

Meu cônjuge não quer fazer terapia de casal, o que eu faço?

Que tal começar por você? O que você pode desenvolver em terapia que poderia levar para casa e contribuir para uma melhora no relacionamento?

Publicado do WordPress para Android

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s